Tag Archives: Catecismo da Igreja Católica

#87 YouCat Day

31 Jul

Voltei de viagem, pessoal! E o mês de julho já está acabando…

E ele é um mês importante para os jovens não somente por causa das férias. Mas também porque no dia 08 de julho é comemorado o Dia do YOUCAT, o Catecismo Jovem! 

 

Queria ter falado disso antes… Pra compensar vou falar aqui um pouco sobre esse “livro” tão rico.

Eu com meu YOUCAT, um presentinho do Papa Bento XVI para os jovens da JMJ de Madri!

Eu ainda não o li todo, porém o que já li me fez suspirar e louvar a Deus pela Igreja Católica. Gente, é cada coisa linda escrita nele (e também na versão tradicional do Catecismo da Igreja Católica de 1997)!

O YOUCAT (abreviação de “Youth Cathecism”, que significa “Catecismo Jovem”) “aborda, em linguagem juvenil, toda a fé católica tal como é apresentada no Catecismo da Igreja Católica (YOUCAT, pág. 04). Ele se apresenta em forma de perguntas e respostas e possui muitas ilustrações, além de citações bíblicas e de santos. Assim como o CIC, o Catecismo Jovem é dividido em 4 partes:

  • 1ª parte: Em que cremos;
  • 2ª parte: Como celebramos os mistérios cristãos;
  • 3ª parte: A vida em Cristo;
  • 4ª parte: Como devemos orar.

O prefácio é uma carta do Papa Bento XVI falando sobre o livro e recomendando-o aos jovens. No entanto o YOUCAT não é destinado somente aos católicos (jovens ou não), mas também a toda pessoa que queira conhecer aquilo em que a Igreja Católica crê.

Na minha opinião este deve ser um dos primeiros livros de cabeceira do jovem (o primeiro, evidente, deve ser a Bíblia), principalmente o jovem católico.

Deu pra conhecer um pouquinho sobre o Catecismo Jovem? Você gostou? Achou interessante? Então o que você está esperando?! Vá logo comprar o seu!

Você pode conferir mais detalhes em: Catecismo Jovem.

Confira também: YouCatDay – Dia do Catecismo Jovem.

Até a próxima!

Anúncios

#25 Ciência e Deus

24 Fev

Há uns anos atrás conheci um rapaz que se diz ateu, quase não acreditei! Eu fiquei tão chocada, que não consegui dizer nada de útil a ele. Enquanto ele me dizia o porquê de ter se tornado ateu, eu pensava comigo mesma: “Como alguém pode não acreditar em Deus? Como é possível existir alguém que acredita que Deus não existe?”. Ainda me lembro direitinho daquela conversa, do rosto dele, do lugar… Até hoje eu penso no que eu deveria ter dito para que ele se convencesse de que Deus existe… Depois de um tempo vi o vídeo da música “Deus existe” e pensei “Eu poderia ter mostrado esta música para aquele jovem!”

 

Mas será que seria o suficiente para que ele “acreditasse” em Deus? Ou ainda seria pouco? Talvez se ele lesse esse texto: “Cientista prova que Deus existe” (http://apenas1.wordpress.com/2012/02/22/cientista-prova-que-deus-existe/).

O fato é que acreditar em Deus não é resultado de uma explicação científica ou de uma prova física. Não é simplesmente lógica. É questão de fé.  O Catecismo da Igreja Católica é uma fonte muito rica e que traz ótimas explanações sobre a fé. De um modo muito particular quero deixar aqui o que alguns trechos daquilo que está no YOUCAT:

” Fé é conhecimento e confiança. (…) fé é muito mais que “conhecimento”, ela significa “certeza”. E esta é a fé que fez Abraão mudar-se para a Terra Prometida (…)” – Tópico 21, págs. 25-26.

“Quando nasce a fé, ocorre com frequência uma perturbação ou um desassossego. O ser humano apercebe-se de que o mundo visível e o decurso normal das coisas não correspondem a tudo o que existe. Sente-se tocado por um mistério. Persegue as pistas que o rementem para a existência de Deus e encontra-se cada vez mais confiante em abordar Deus e, por fim, ligar-se a Ele livremente. (…) Crer significa aderir a Jesus e entregar a nossa vida inteira nas Suas mãos.” – Tópico 22, pág. 26

” Nenhuma verdade da fé traz concorrência com as verdades da ciência. Só existe uma Verdade, à qual dizem respeito tanto a fé como a razão científica. Deus quis tanto a razão, com que podemos descobrir as estruturas racionais do mundo, como a fé. (…) A fé existe para conhecermos as coisas que, embora não possam ser abarcadas pela razão, existem todavia para além da razão e são reais (…).” – Tópico 23, pág. 27

Ai tem muitos outros trechos legais, mas não dá pra eu colocar senão fica muito extenso! Se estiver curioso, leia o Catecismo ou o YOUCAT. Pra finalisar, deixo esta frase:

“Crer significa sustentar, durante toda a vida a incompreensibilidade de Deus”

Karl Rahner (1904-1983, teólogo alemão)

Abraços…

Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!

#15 Por que Jesus veio ao mundo?

23 Jan

O que você diria se lhe perguntassem: “Por que Deus enviou Seu Filho Único, Jesus, ao mundo?

Pensou na resposta?

Bem, a princípio eu responderia o seguinte: “Jesus veio ao mundo para salvar a humanidade através de sua morte e ressurreição.” Mas esses dias eu li algo que me fez mudar de ideia, ou melhor, ampliar minha ideia. Estava lendo o YOUCAT (Catecismo Jovem da Igreja Católica) e no tópico 09 (pág. 17) li isto:

“Através de Jesus Cristo, torna-se visível o Deus invisível. Ele torna-se como nós. Isto mostra-nos até que ponto vai o amor de Deus: Ele carrega todo nosso peso. Ele percorre conosco todos os caminhos. Ele vive a nossa solidão, o nosso sofrimento, o nosso medo da morte. Ele apresenta-Se onde não podemos avançar, para nos abrir a porta para a Vida.”

Ou seja, Ele veio não só para salvar a todos nós, mas também para nos mostrar a imensidão do amor de Deus e que esse Deus está conosco, sempre junto de nós. Isso é muito lindo, eu não podia deixar de partilhar!

Gostou? Então, sugiro que você leia mais vezes o Catecismo da Igreja Católica porque lá tem muito mais!

Até depois… Abraço!

Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!