Tag Archives: criança

#191 Dia das Crianças

12 Out

No dia das crianças é inevitável a gente se recordar da nossa infância.

Eu cresci dentro da Igreja, meus pais faziam questão de levar a gente na missa, nas reuniões de círculo do ECC, nos encontros para crianças e para famílias… Não abriam mão da Catequese. E que época boa era a da catequese. Lembrei de umas musiquinhas que aprendi:

“Deus é bom pra mim (2x). Contente estou, caminhando eu vou. Deus é bom pra mim!” (Essa eu aprendi na escola, era a que eu mais gostava!)

“Meu Deus é bom pra mim, comigo vai, tão forte brilha o sol e chuva cai. Amor tão grande assim, só Cristo tem por mim. Direi até o fim: Meu Deus é bom pra mim!” (aprendi essa na Catequese)

“Eu queria 24 horas de sol, eu queria 24 horas de luz, mas assim só há um jeito. Ficar sempre com Jesus…” (esta também aprendi na Catequese)

Olhando a minha vida como é hoje, vendo a minha fé, minha devoção e minha confiança em Deus, eu vejo a importância da educação religiosa na infância: DESPERTAR DESDE CEDO O CARINHO, O ZELO, O AMOR A DEUS!

abraco-Jesus-crianca

“Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se parecem com elas.”

(Lucas 18, 16)

Todo conhecimento que adquirimos na infância, nós levamos para o resto da vida. Nossos hábitos alimentares, por exemplo, são desenvolvidos na infância e refletem na vida adulta. A nossa fé é da mesma forma. Por isso também é importante ensinar as crianças  e incentivá-las a buscarem a Deus desde pequenas. Ensiná-las canções e orações, a importância da missa e de servir a Deus na Igreja, contar-lhes histórias sobre os santos.

pai-bebe-rezando

“Ensina à criança o caminho que ela deve seguir; mesmo quando envelhecer, dele não se há de afastar.”

(Provérbios 22, 6)

Ensine seus filhos a rezar.
Daí você verá que eles fazem isso melhor que a gente e verá também o reflexo positivo da fé na vida deles.

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!

emoticon-BP

Anúncios

#103 Santo Anjo do Senhor…

2 Out

Cada pessoa tem um. Eles nos protegem e iluminam nossos caminhos e decisões…

O dia 02 de outubro é dedicado aos Santos Anjos de Guarda. Tenho muito a agradecer a Deus pelo meu anjinho da guarda e você?

Parece algo infantil, mas devemos sempre rezar pelo nosso anjinho. Afinal, só entra no Céu quem tiver coração de criança: simples, puro, dependente de Deus. Além do mais, os anjos da guarda sempre nos acompanham e fazem questão de nos ajudar a ser mais santos.

Que tal fazermos uma oração para os nossos anjinhos, então?

“Anjinho da Guarda,
Meu bom amiguinho,
Me leve sempre,
Pelo bom Caminho.

Anjo da minha guarda,
Doce companhia,
Não me desampare,
Nem de noite, nem de dia.”
 
Leia também:

#54 QUERER e PRECISAR

21 Abr

Querer não é Precisar

A gente à vezes se esquece disso e não dá valor no que já tem!

QUERER NÃO É PRECISAR!

Nem sempre vale a pena ter aquilo que desejamos…

Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!

#51 Minha posição sobre aborto e anencefalia

12 Abr

Como profissional de saúde e católica convicta (e não “alienada”, como muitos pensam!), eu não poderia me calar perante este assunto…

Diante de tantas opiniões sobre o aborto de anencéfalos, há algo que é sempre esquecido: as crianças que superam as expectativas e sobrevivem por meses e até anos apesar do diagnóstico de anencefalia.

No blog “primeiramente“, você pode encontrar alguns casos. Clique no texto abaixo para ler:

Nasceu sem cérebro e tem 6 anos

Outra coisa: li um comentário muito interessante sobre aborto em um blog. A seguir reproduzi o comentário completo:

“Quem não nasceu ainda, não pode se posicionar com relação ao aborto, mas que já foi abortado e sobreviveu, sim.
A substituição da questão da vida pela questão do “direito de escolha” e dos “direitos sexuais e reprodutivos uma estratégia desonesta para promover o genocídio de crianças em nome de uma cultura egoísta e hedonista, assim como a desumanização das pessoas não nascidas. Se o feto é apenas uma parte do corpo da mulher, o que seria? Um orgão? Um cisto? A mãe que morre fazendo aborto clandestino sempre tem a opção de não matar o seu filho, mas o embrião não tem a opção de não morrer. Convivo diariamente com as sequelas de uma tentativa de aborto, mas no caso, eu é que estava sendo abortada. Alguém aí vai me dizer que se o aborto fosse legalizado eu não sofreria tudo isso porque seria morta com eficiência? Pois saibam que apesar de ser surda e ter problemas de coordenação mootora , eu gosto de estar viva. Mas vocês insistem na falácia de que a única razão para ser contra a legalização é o patriarcado controlando a sexualidade feminina. Existem outros e outras sobreviventes como eu, sistematicamente ignorados por vocês, que mascaram os outros lados da questão com chavões do meio intelectual. Quem defende a legalização do aborto é um assassino em potencial.”

Fonte: Filosofia Cinza.

Pôxa vida! Será que somente as mulheres (e os homens) têm o direito de escolha? Será que os bebês também não podem escolher? Só é a favor do aborto, quem já nasceu!

Penso que, mesmo nos casos de estupro e de crianças com má-formação (anencéfalas ou não), deve ser dado a todo bebê a chance de viver para AMAR E SER AMADO!

Antes de tirar suas próprias conclusões, veja (ATÉ O FINAL) o vídeo a seguir:

“Gostaríamos de lembrar aos senhores que mais de 82% da população brasileira é contrária à prática do aborto. Não há nada que justifique cientificamente a interrupção da gravidez de crianças anencéfalas. A medicina deve curar os doentes e, na sua impossibilidade, aliviar os sofrimentos dos enfermos. Jamais deveria causar a morte do enfermo.”
(Pe. Anderson Alves- Doutorando em Filosofia na Pontifícia Universidade da Santa Cruz em Roma.)

‎”Um país que tem medo de uma criança indefesa e aprova o aborto, é um país muito pobre” – Madre Tereza de Calcutá

Leia mais em:

     > O anencéfalo é um ser humano

     >  O perigo abortista