Tag Archives: Cristo

#170 Círio Pascal: símbolo de Cristo

23 Maio

O Círio é um símbolo pascal da luz de Cristo, da presença de Jesus entre nós.

Ele é aceso na Vigília Pascal e permanece aceso em todas as celebrações das 7 semanas do tempo pascal, ao lado do ambão da Palavra, até a tarde do domingo de Pentecostes.

Cirio-Pascal

“Bendito sejais, Deus da vida, pela ressurreição de Jesus Cristo

e por esta luz, símbolo da presença do Ressuscitado

e do Vosso imenso amor por nós.”

 

—————————————————

emoticon-BP

Leia também:

> O Círio Pascal

> Os símbolos da Páscoa

Entenda o sentido do Círio Pascal

Anúncios

#164 Meu Deus Ressuscitou!

20 Abr

Páscoa é para lembrarmos que há um DEUS QUE NOS AMA MUITO E NOS AMOU ATÉ O FIM! Ele nos AMA TANTO que foi capaz de dar a própria vida numa cruz para nos salvar. E se nome é: JESUS.

Mas Ele não está morto. ELE RESSUSCITOU E ESTÁ NO MEIO DE NÓS. Ele voltou a viver e HOJE PODEMOS CELEBRAR, COMEMORAR!!!

vitral Jesus Ressuscitado

Que os frutos da Quaresma não se restrinjam a aqueles 40 dias, mas perdurem pelo resto de nossas vidas.

Que pela Páscoa a luz de Cristo ressuscitado seja a luz do nosso caminho.

Que o poder de Sua ressurreição nos faça ressuscitar também, dando-nos força e coragem para buscarmos uma vida feliz na santidade e para anunciar com voz forte que ELE É O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA!

FELIZ E ABENÇOADA PÁSCOA PARA VOCÊ E SUA FAMÍLIA!

;*

emoticon-BP

 

#156 Verdadeiros Adoradores

24 Mar

Aproveitemos essa Quaresma para contemplar a Cruz de Cristo e adorar Jesus que nos salvou por amor!

“Eis aqui uma prova brilhante de amor de Deus por nós: quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós.” (Romanos 5, 8)

verdadeiros-adoradores-joao4-23

 Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja.” – São João 4, 23

 

#154 Cinzas: sinal de penitência e arrependimento

5 Mar

Com a Missa da Quarta-feira de Cinzas se inicia nossa caminhada Quaresmal rumo à Páscoa!

As cinzas que colocamos em forma de cruz sobre as nossas cabeças é sinal de penitência e arrependimento.

Introduzidos na Quaresma, tempo de conversão e de preparação para a Páscoa do Senhor, procuremos trilhar o caminho da conversão proposto pelo evangelho para que possamos celebrar de coração purificado o mistério pascal de Jesus Cristo.

LifeTeen-Joel-2-13

“Agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração, e não as vestes, e voltai para o Senhor, vosso Deus; Ele é benigno e compassivo, paciente e cheio de misericórdia, inclinado a perdoar o castigo.”

(Joel 2, 12-13)

As cinzas estão associadas ao luto e tristeza. No Antigo Testamento, as pessoas usavam as cinzas como um sinal externo de seu arrependimento interior (Leia: Daniel 9,3-6).

Hoje a Igreja nos traz essa celebração para que possamos proclamar publicamente a nossa intenção de morrer para nossos desejos mundanos e viver ainda mais à imagem de Cristo, que era manso, humilde e misericordioso.

Que as cinzas e a quaresma não sejam uma simples tradição ou obrigação. Faça desse tempo uma época significativa. Procuremos crescer na caridade, fortalecer-nos na oração e praticar o jejum.. Reconheça-se como pecador e interiorize a busca pela conversão. Não deixe a quaresma passar “batido”, sem gerar alguma mudança no seu interior!

“Buscai o Senhor, já que ele se deixa encontrar; invocai-o, já que está perto.”

(Isaías 55, 6)

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Uma “curiosidade”: As cinzas utilizadas na quarta-feira de cinzas são feitas da queima daquelas folhas de palmeira abençoadas no Domingo de Ramos do ano anterior. As cinzas são aspergidas com água benta, geralmente são perfumadas com incenso, e depois abençoadas! Você sabia?

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia também esse texto super interessante: Por que os católicos colocam cinzas em suas cabeças na Quarta-feira de Cinzas? (Em inglês) 

#146 Festa da Luzes

12 Fev

Após 40 dias do nascimento de Jesus, nós celebramos Sua apresentação no Templo, que expressa Sua entrega total a Deus. A Apresentação do Senhor encerra as celebrações natalinas e abre para nós o caminho rumo à Páscoa.

Gosto muito de levar os folhetinhos da missa para casa e depois ler a mensagem final. A da Apresentação do Menino Jesus (domingo dia 02/02) era muito interessante, por isso decidi compartilhá-la aqui! Leia com atenção:

A DANÇA DAS VELAS

Velas1

Celebramos hoje a festa da luz. Aquela luz que é o próprio Cristo, a iluminar os que andam nas trevas e nas sombras da morte.

Será que a luz da pequena vela consegue ainda despertar em nós alguma emoção e provocar-nos algum estremecimento? Porque aquela chama, por pequena e frágil que seja, simboliza a chama de nossa fé em Cristo, recebida no batismo.

É bem possível que, no festival colorido de tantas luzes artificiais, a memória daquela pequena chama tenha se apagado em definitivo. Isso significa que nossa fé em Cristo, por ela simbolizada, entrou em crise.

Continuamente provada pelas inúmeras tentações da vida, nossa fé sempre corre perigo de “dançar”  ao sabor dos ventos do materialismo. Oportunistas que somos, confessamo-la nas situações favoráveis. Levantamo-la quando todos a levantam, escondemo-la quando há perigo de zombaria ou de perseguição por causa dela.

Há momentos de entusiasmo em que daríamos até a vida por ela; há momentos em que somos até capazes de renegá-la. Em outras palavras, na hora em que tudo corre de acordo, confessamo-nos cristãos; na hora dos reveses, viramos descrentes.

Esta é a “dança” a que nossa fé está submetida. Mas aquela fé que aprende a dançar ao ritmo dos acontecimentos humanos não demonstra ter raízes profundas. Cabe-lhe aprender a permanecer firme: no meio da tempestade e no meio da bonança, na hora da derrota e na hora da vitória, perante a morte e perante a vida.

Então, o que estamos fazendo com a luz da fé que um dia nos foi entregue? A luz é para aquecer e iluminar. Com tanto frio e tanta escuridão invadindo a terra, não temos o direito de apagá-la nem escondê-la debaixo de tampas sepulcrais.

Pe. Virgílio, ssp 

#135 Celebrando…

12 Maio

Temos muito que celebrar hoje!

Celebramos a ascensão de Jesus. O dia em que Ele subiu aos Céus e voltou para a direita do Pai, nos alcançando a glória de Deus.

Esta solenidade nos ensina a voltar nossos olhos para aquele nos aponta o nosso verdadeiro lugar: no Céu, juntos de Deus. Jesus é o caminho para Deus.

Nossos pés devem estar no chão, mas nosso coração deve estar sempre voltado para o alto.

Ascensão de Jesus

Neste domingo, também comemoramos o dia das Mamães…

E, como não podia faltar, vai aí a minha homenagem pra elas, que são comunicadoras de vida e amor. Principalmente, pra minha mamis!!!

“Eu estava aqui, no meu canto, pensando em um jeito bem especial

de lhe mostrar o quanto você é especial, Mãe.

Pensei em te dar flores… Mas elas murcham.

Pensei em te dar um abraço… Mas estou longe.

Pensei em te dar meu coração… Mas lembrei que você está nele.

Então, depois de pensar muito, decidi fechar os meus olhos

e pedir para Deus te proteger e te guardar.

Para que todos os dias eu possa mostrar o quanto sou feliz por ter você como MÃE!”

Beijão…

TE AMO , MÃE!!!

*___________*

 

—-

Leia também: Mães Más.

#129 Ele não está aqui. Ressuscitou!

31 Mar

Que neste dia você possa esquecer os seus problemas.

Relaxe. Sorria… E aproveite toda a graça que Deus tem para lhe dar.

Feche os olhos, levante as mãos para o Céu e sinta O Homem da Cruz  a te remir!

Chega de pranto… Deixe-O tocar o seu coração para que você possa compreender quão grande é o Seu Amor por ti.

Alegra-te! O teu Deus está vivo, está ressuscitado!

Deixe o vento tocar a sua face e sinta o toque suave da mão chagada de Cristo em ti, sinta o abraço do Ressuscitado.

Permita que a alegria da ressurreição invada o seu ser até não caber mais e transborde!

Que esta mesma alegria traga força e coragem para recomeçar. Inaugure com Ele um tempo novo, um tempo de paz.

FELIZ PÁSCOA!!! 

Páscoa, Ele Ressuscitou!

Páscoa, Ele Ressuscitou!

 

#127 E se você estivesse lá?

29 Mar

A sexta-feira santa ( e também o sábado) é um dia de despojamento e silêncio. Hoje somos convidados a contemplar o mistério da Paixão do Senhor, a mergulhar de corpo e alma neste grande mistério de amor. 

Que tal refletirmos juntos? Eis aí o vídeo com uma música linda sobre a Paixão de Cristo:

“A verdade é que ele tomava sobre si nossas enfermidades e sofria, ele mesmo, nossas dores; e nós pensávamos fosse um chagado, golpeado por Deus e humilhado! Mas ele foi ferido por causa de nossos pecados, esmagado por causa de nossos crimes; a punição a ele imposta era o preço da nossa paz, e suas feridas, o preço da nossa cura. (…) ele, na verdade, resgatava o pecado de todos e intercedia em favor dos pecadores.”

(Isaías 52, 4-5; 53,12)

#121 Caminhando rumo à Páscoa

17 Fev

A Quaresma é tempo de intensa oração e busca de conversão, no desejo de superar aquilo que não está de acordo com o que Jesus Cristo viveu e ensinou.

O rito das cinzas é apenas o primeiro passo desta grande caminhada de conversão que, durante 40 dias, somos chamados a fazer. Ele nos recorda que somos pó e que, sem a graça de Deus, não somos nada.

Neste tempo quaresmal, somos chamados a rever a nossa caminhada cristã e acolher a proposta de conversão que Jesus nos faz. Quer ainda chamar a nossa atenção para a chance que, a cada momento, nos é dada para mudarmos de vida, antes que este nosso corpo perecível se transforme em pó.

Hoje, primeiro Domingo da Quaresma, Jesus nos convida a ir com Ele ao deserto, fazer silêncio dentro de nós mesmos, ouvir sua palavra e deixar que ela ecoe em todo nosso ser, para superarmos a tentação de aceitar aquilo o que o encardido nos oferece. O que ele nos oferece é contrário à vontade, ao sonho de amor e vida que Deus tem para nós.

No deserto, Jesus venceu várias tentações. Ao se recusar a transformar pedra em pão, Ele venceu a tentação de ter comida e vida fáceis. Ao se negar a se submeter a satanás, Ele venceu a tentação de prestígio e poder. E, ao se recusar a realizar ações que distorceriam a palavra de Deus, Jesus venceu a tentação de tentar o próprio Deus. As tentações não pararam por aí, já que o diabo se afastou dEle para retornar num outro momento mais oportuno.

Na quaresma nossos corações se enchem de esperança de sermos pessoas melhores. Quem não quer ser alguém melhor? Mas infelizmente surgem muitas dificuldades, tentações para minar nossos esforços e nosso entusiasmo.

O mais importante é não desanimar!

O tempo para a conversão é agora. Na oração, no jejum e na esmola encontramos ajuda para a verdadeira conversão a Deus e ao próximo.

Nesta caminhada rumo à Páscoa, sejamos obedientes à palavra de Deus, na certeza de que o Mestre está conosco e nos ajuda a superar as tentações e dificuldades do dia a dia.

 

#112 Um ano novo que promete…

31 Dez

Galera depois que eu vi a imagem abaixo não tenho mais dúvidas de que Deus promete grandes coisas para 2013…

Enquanto muitos acham que o número 13 dá azar, Deus prova que não está nem aí pra números. O que Ele gosta mesmo é de surpreender aqueles que se entregam sem reservas a Ele!

FELIZ ANO NOVO A TODOS

E QUE VENHAM A JMJ RIO 2013 E O ANO DA FÉ

PARA REVIGORAREM NOSSA FÉ E ESPERANÇA NO CRISTO!

ABRAÇOS BEM APERTADOS DA Blogueira Peregrina…